Instituto Universitário Militar
Rua de Pedrouços
1449-027 – Lisboa
Tel: +351 213 002 100
Tel: +351 213 002 104/5
secretaria@ium.pt
comando@ium.pt
www.ium.pt

A “primeira escola de ensino superior militar” em Portugal” data de 1641, como a “Aula de Artilharia e Esquadria”, destinada ao ensino teórico e prático dos artilheiros e bombardeiros da nómina. Foi fundada por Luís Serrão Pimentel, sob os auspícios do decreto de D. João IV, de 13 de maio, desse mesmo ano.

Herdeiro desse venerável legado, o Instituto Universitário Militar (IUM) foi criado em 2014, na dependência do Chefe de Estado-Maior-General das Forças Armadas, absorvendo a missão e funções do Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM)  – instituição que, em 2006, integrou os antigos Instituto Superior Naval de Guerra, Instituto de Altos Estudos Militares e Instituto de Altos Estudos da Força Aérea) e agregando, como unidades orgânicas autónomas, a Escola Naval (AN), a Academia Militar (AM), a Academia da Força Unidade Aérea (AFA) e Unidade Politécnica Militar (UPM).

Atentas as especificidades da sua missão nuclear – formação inicial e complementar dos oficiais e sargentos dos quadros permanentes das Forças Armadas e da Guarda Nacional Republicana – o IUM encontra-se totalmente integrado no sistema do ensino superior nacional e constitui uma instituição referencial de formação e investigação na área das ciências militares em Portugal.

Mensagem do Comandante

O Instituto Universitário Militar, tendo por base a excelência do legado histórico das instituições de Ensino Superior Militar que o precederam, iniciou o seu percurso de cariz universitário, em 2014, adequando a formação dos seus oficiais às metodologias e requisitos académicos do ensino superior nacional e desenvolvendo a investigação e a internacionalização no domínio especifico das Ciências Militares.

As Forças Armadas e a GNR têm respondido de forma cabal e entusiástica a este desafio exigente, como instituições nacionais responsáveis de quem o país espera, conta e reconhece o constante esforço de adaptação à mudança societal, na busca da resiliência.

As Ciências Militares devem a sua especificidade ao núcleo de conhecimento militar ligado à preparação dos seus oficiais de carreira, seja para o comando estratégico e operacional de forças, seja para a sua capacidade de prestar assessoria aos vários níveis de decisão do Estado, sobretudo, em momentos críticos, em face de risco e ameaças à sociedade que exigem a ação do instrumento militar ou das suas estruturas, experiência e conhecimento intrínsecos.

Todavia, as Ciências Militares envolvem também um conjunto multidisciplinar de saberes que exigem uma abordagem cooperativa e dinâmica, que o IUM tem diligenciado prosseguir. Para tal, tem contado com a prestimosa parceria, excecional acolhimento e inexcedível apoio da Academia a que, orgulhosa e honradamente, nos sentimos associados após o reconhecimento legal do Instituto Universitário Militar, em 2019, como membro de pleno direito do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas.

Tenente General António Martins Pereira