Mensagem do Presidente

Mensagem Presidente

Projetar a atuação do CRUP exige interpretar os principais desafios societais com os quais se confrontam as universidades, exercício de considerável complexidade e exigência, numa época marcada pela imprevisibilidade e pela globalização da informação e do conhecimento.

O Futuro das universidades exige assim um reforço da investigação, como fator estruturante de um ensino e de uma interação com a sociedade diferenciados, bem como o aprofundamento das dinâmicas de internacionalização e de interação com os tecidos económico-produtivo, social e cultural. Acresce que a abertura à sociedade e ao mundo exige também que a universidade portuguesa seja mais comprometida com a coesão e a valorização do território.

Este quadro complexo de adversidades, de oportunidades e de desafios, exige a convergência do CRUP em torno de objetivos comuns, em diálogo permanente, tendo em vista alcançar posições que reforcem a coesão e a unidade, respeitando sempre o carácter diverso das instituições. A atuação do CRUP passará, deste modo, por ambicionar o reforço da autonomia das instituições e, ao mesmo tempo, por assegurar um quadro de financiamento compatível com o papel que as universidades devem desempenhar na sociedade portuguesa.

O reforço da atividade institucional e política do CRUP na defesa dos interesses das universidades, junto do governo, das forças parlamentares e nas principais organizações empresariais, sindicais e sociais, bem como, a promoção de um papel determinante na elaboração das políticas públicas para o Ensino Superior, constituem os principais objetivos de atuação deste Conselho.

António Fontainhas Fernandes

Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas