ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa

universidade_iscte
ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa
Av.ª das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa
Tel: 217 903 000
Fax:217 964 710
geral@iscte.pt
www.iscte-iul.pt

O ISCTE-IUL foi criado em 1972, com cursos nos domínios da sociologia e da gestão, com o objetivo de constituir uma nova instituição de ensino universitário no quadro da “reforma Veiga Simão”. Ao longo dos anos o ISCTE-IUL desenvolveu-se em dimensão e abrangência completando as suas áreas científicas.

Em 1997, o ISCTE-IUL integra a Fundação das Universidades Portuguesas e em 2005, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP).

Em 2009, mantendo o seu caráter de universidade pública, o ISCTE-IUL passa a ser uma das três universidades que optaram pelo regime de Fundação Pública, gerida em direito privado. A par desta mudança, o instituto muda também a designação para ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa.

Em 2010 adquire uma nova estrutura organizacional baseada na existência de dezasseis departamentos e quatro escolas: ECSH – Escola de Ciências Sociais e Humanas / ESPP – Escola de Sociologia e Políticas Públicas / IBS – ISCTE Business School / ISTA – Escola de Tecnologias e Arquitetura.

Dados e factos fundamentais
reitorISCTE

Mensagem do Reitor

O ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa é uma research university especializada em três grandes áreas científicas: ciências sociais e políticas públicas, gestão e tecnologias e arquitetura. Com mais de 9000 alunos, apresenta o maior ratio de ensino pós-graduado do país face ao ensino graduado: 46% em programas de graduação e 54% em pós-graduação.

O empenho de 350 docentes, cerca de 500 investigadores e 240 funcionários não docentes, faz hoje do ISCTE-IUL uma das universidades mais dinâmicas e inovadoras do país, atualmente com 8 unidades de investigação regularmente avaliadas pela FCT.

Um traço distintivo do ISCTE-IUL é a aposta na internacionalização, traduzida na mobilidade de estudantes e docentes, na contratação de professores e investigadores estrangeiros, no aumento de cursos em dupla titulação com universidades internacionais de referência e no aumento do número de cursos e de colaboração em outros países da Europa, África, Ásia, América e Oceania.

Professor Doutor Luís Reto